“Meu espaço é pequeno. Mas minha vida é grande”

A frase que do título desse post é de Graham Hill, um empresário americano que se tornou minimalista e trocou uma mansão de 440 m2 por um apartamento de 40 m2, entre outras mudanças.

Precisei viver um grande amor e viajar bastante para perceber que nada daquilo era essencial. Passei anos rodando o mundo com minha namorada na época. Moramos em várias cidades, conhecendo pessoas interessantes e trabalhando em projetos divertidos. Fizemos tudo isso com um par de malas. Eu tinha grana suficiente para viver numa mansão, mas o que me fazia feliz era viajar por aí, ter grandes experiências e estar apaixonado. Aprendi a dar valor à flexibilidade que eu tinha por possuir poucas coisas

Todas as informações que postei são de um artigo que li no site da revista Super Interessante: “A graça de uma vida mínima” . Inspirador!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s