A síndrome do “não tenho roupa”…

… e mais um furo no “Um Ano Sem Compras”.

Como já citei em um post anterior, tenho sérios problemas para escolher uma roupa para sair. Sempre acho que não tenho nada, que minhas roupas são “muito simples” ou “muito arrumadas” para a ocasião,  e penso em comprar alguma coisa nova – uma tentação à qual eu tinha resistido até semana passada.

Pois bem, precisei sair. Não achei nada que me agradasse no meu guarda-roupa, e depois de muita luta com a minha consciência, resolvi comprar uma blusa nova. Passei na Hering, gostei de uma camisa e comprei. Foi a primeira vez desde fevereiro que comprei uma roupa (eu estava indo tão bem…!), e quase pensei em largar de vez o desafio, mas só faltam dois meses e não quero desculpas para comprar, ainda mais que as liquidações de fim-de-ano estão quase aí.

Algumas considerações:

  1. Apesar de ter muitas roupas, eu realmente “não tenho roupa”. Explico: minhas roupas não combinam muito entre si e só servem para o dia-a-dia ou para o trabalho em sua maioria. Eu pretendo renovar meu guarda-roupa (de uma forma mais minimalista, claro) no ano que vem, mas até lá eu tenho que me virar com o que eu possuo (pelo menos, era o que eu pretendia!).
  2. Comprei uma blusa, ok, vergonha, vergonha, vergonha, mas pelo menos eu resisti a comprar um sapato também!
  3. Juro que não compro mais nada até fevereiro, eu juro mesmo!
A camisa que comprei. Fonte: Hering Web Store

A camisa que comprei. Fonte: Hering Web Store

Anúncios

2 comentários sobre “A síndrome do “não tenho roupa”…

  1. Olá, no lugar da blusa que comprou doe uma peça para alguem que realmente precisa. Acredito que ser minimalista não é somente a compra consciente ou não comprar, mas sem simples inclusive nas suas ações. Doe, faz um bem para alma.

    Hanna Ichimura

    • Oi, Hanna. A sua dica é boa, inclusive, eu costumo fazer doações de roupas e objetos que não uso, mas costumo fazer isso apenas no fim do ano, quando posso juntar bastante coisa e doar tudo de uma vez.

      Obrigada pelo comentário. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s