Eu li: “A Mágica da Arrumação”

A Mágica da Arrumação é um livro escrito por uma organizadora profissional, a japonesa Marie Kondo. Não pretendo fazer uma resenha do livro (quem quiser, tem uma ótima aqui), quero apenas falar sobre as minhas impressões sobre o método KonMari e as práticas que vou adotar ou não.

Já vou começar sendo “do contra” e admitindo logo que não vou seguir a principal dica dela, que é fazer o destralhe e organização da casa todo de uma vez, no mesmo dia, por dois motivos: o primeiro é que não tenho paciência para fazer tudo de uma vez, apesar de morar em um lugar pequeno e não ter muitas coisas; e o segundo é que, organizando aos poucos, sempre tenho material para o blog! 😀 De acordo com a Marie Kondo, quem não segue essa regra acaba voltando a ser desorganizado, mas eu não me considero uma pessoa bagunceira, então não tenho problemas com isso.

Já mencionei outra dica dela num post anterior, que é avaliar tudo o que você tem e manter apenas o que te traz felicidade. Não acho que isso seja 100% aplicável, mas gosto da ideia de ter apenas coisas que te agradem, principalmente no guarda-roupa. Não amo todas as roupas que tenho hoje, mas uso todas, e tento comprar apenas o que me deixa “apaixonada” – desse modo, consigo ter um guarda-roupa que considero minimalista e funcional ao mesmo tempo.

Uma dica que ela dá, e que eu também já adotei, é não ter remorso por não ter usado uma roupa/objeto/presente, porque ele cumpriu seu objetivo no momento em que você o comprou/ganhou. Eu às vezes fico pensando “nossa, nem usei essa blusa e vou vendê-la por R$10 no Enjoei, que desperdício”, mas acontece que, se eu não vendesse, a blusa ainda ficaria encalhada no meu armário. Eu comprei, ela cumpriu seu objetivo de “me deixar feliz com a compra”, se eu não for usar é melhor passar para a frente, não é verdade?

Outra dica boa: não levar suas tralhas para a casa da mãe (ou qualquer parente) e deixá-las lá. Eu fazia muito isso, mas estava apenas ocupando o espaço de outra pessoa. Minha mãe trabalha em uma escola e é consegue doar ou vender roupas mais fácil, mas repassar meu problema para ela não é justo. Então, agora eu tento dar outro destino das coisas que destralho aqui em BH mesmo.

Uma dica que não achei muito prática é a de guardar a maioria das suas roupas em gavetas, dobradas. Isso é impossível no armário que eu tenho. Preciso deixar a maioria das roupas penduradas ou empilhadas, coisa que a Marie Kondo aconselha a não fazer, mas não tenho como contornar isso.

Ela dá muitas outras dicas, o livro também tem um capítulo só com instruções mais práticas de como destralhar/organizar cada setor da casa (de longe o melhor capítulo), e várias outras informações interessantes. Não vou me alongar mais no post, só recomendo que leiam A Mágica da Arrumação, se tiverem interesse. O livro é bem pequeno e a linguagem é muito prática.

E sem querer incentivar a pirataria, mas já incentivando, tem para Kindle no livrosdoexilado.org

Anúncios

7 comentários sobre “Eu li: “A Mágica da Arrumação”

  1. Oi Bárbara! Eu li esse livro ontem (finalmente!) e gostei tanto que quero logo comprar uma edição impressa para relê-lo. Eu já conhecia algumas das técnicas por comentários de amigos que leram e, apesar de ter boas expectativas, estava um pouco receosa. Mas no final eu amei e quero colocar tudo em prática, inclusive a parte onde ela conversa com os objetos porque né, qual o problema em ser mais um pouquinho louca na vida?

    Das coisas que me… “incomodaram”… durante a leitura, eu citaria: a questão de ela frisar o “jogar fora” (apesar de se falar de vem em quando em doação) e a questão dos manuais, que você poderia jogá-los foram sem ler. Eu, como uma pessoa que lê até bula de remédio antes de tomá-lo, não me senti inclinada a seguir a dica, mas penso que talvez ela esteja falando para as pessoas que tem trocentos eletrônicos e guarda todos os manuais, sem nunca lê-los, só por guardar.

    Eu já vinha nessa vibe minimalista há algum tempo, e apesar de não ter muitas coisas, eu acho que ainda tenho mais do que o necessário, mas não conseguia achar um jeito de me livrar do excesso. A técnica de pegar o objeto e se perguntar “isso me traz felicidade?” tocou lá no fundo porque era isso que eu estava procurando para continuar com o destralhe.

    E eu também fiquei meio assim com a regra de fazer tudo de uma vez no começo, mas durante a leitura, já não acho que ela quis dizer pra fazer tudo no mesmo dia. Talvez a mesma categoria/subcategoria, mas não toda a arrumação. Até porque ela mesmo cita alguns clientes e diz que foi na casa deles mais de uma vez. Entendi que a intenção dela é fazer você ver que esse negócio de ir aos poucos, uma gaveta por dia, um armário, não dá certo.

    • Andrea, eu também fiquei incomodada com o “jogar fora”. Sei lá, como é que uma pessoa junta sacos e sacos de lixo de coisas perfeitamente usáveis (muitas até novas) e simplesmente joga fora? Isso para mim é bizarro. Quanto aos manuais, eu até concordo. Eu costumo guardar, mas leio “uma vez na vida, outra na morte” (como diz a minha mãe), então depois de ter lido o livro, pretendo jogar a maioria fora. Além disso, a maioria dos eletrônicos hoje tem manuais em pdf no site do fabricante, acho bem melhor pegar uma cópia do arquivo e guardar no Dropbox, por exemplo. Alguns eletrônicos nem vêm mais com manual de papel, inclusive.

      A maioria das técnicas da Marie são excelentes mesmo. Eu adorei especialmente essa do “isso me traz felicidade?” e a de entender que não é preciso ter remorso em se livrar das coisas porque elas já cumpriram seu propósito. Agora consigo fazer destralhes com muito menos “trauma”. Fico feliz que funcionou para você também!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s