Minimalismo para iniciantes

Essa semana recebi a seguinte pergunta de uma leitora do blog:

Oi Bárbara, Meu nome é Ise, estou começando agora, que dicas você daria pra uma iniciante?

Comecei a responder o comentário da Ise, mas depois pensei que essas dicas dariam um bom post e, quem sabe, poderiam ser úteis para outras pessoas. Então, seguem as minhas dicas para iniciantes no minimalismo:

Pesquise:

Antes de fazer qualquer coisa, leia bastante sobre minimalismo e entenda o porquê de você estar querendo adotar esse estilo de vida, assim você pode direcionar suas ações de acordo com seus objetivos. Por exemplo: você quer economizar dinheiro? Juntar menos tralha? Ter uma vida mais organizada? Quando definir um ou mais objetivos, você pode caminhar na direção deles.

Comece devagar:

Doar metade das suas roupas ou querer passar um ano sem comprar nada logo de cara só  vai te confundir e te desesperar (digo por experiência própria). Você pode reduzir suas posses e mudar seus hábitos de consumo, mas essas mudanças levam tempo e requerem uma adaptação, então devem ser feitas aos poucos.

Faça listas:

Lista do que comprar, lista do que não comprar, lista de objetivos para o futuro, lista de hábitos que quer adotar ou perder… As possibilidades são infinitas. Fazer listas e deixá-las em um lugar visível ajuda bastante a manter o foco nos objetivos.

Faça desafios:

Um desafio nada mais é do que uma maneira bem simples e divertida de se alcançar um objetivo (ou vários). Eu adoro fazer desafios porque eles me fornecem uma direção a ser seguida. Por exemplo: se você quer se livrar da tralha acumulada em casa mas não sabe por onde começar, um desafio como o Mês do Mínimo vai te dizer onde você deve concentrar seus esforços a cada dia. Mais desafios podem ser vistos aqui.

Não se desespere!

É difícil mudar hábitos quando se passa uma vida inteira acostumada a eles. Quando fiz meu ano sem compras em 2013 eu comecei muito bem, mas no meio do ano eu passei a comprar várias coisas e junto com cada item que eu adquiria, vinha a culpa. “Eu fracassei”, “Não sirvo para ser minimalista” e “Sou uma descontrolada” foram coisas que passaram pela minha cabeça várias vezes. Só depois fui perceber que eu estava tentando fazer uma mudança muito grande em pouco tempo, e é lógico que deslizes iriam acontecer. Então, tente se manter focada nos seus objetivos e nos novos hábitos, mas não se desespere: cada erro que você cometer vai servir como aprendizado.

Outras dicas:

 

Espero que tenham gostado das dicas, e agradeço à Ise pela ideia de post!

Anúncios

2 comentários sobre “Minimalismo para iniciantes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s