Caí na armadilha do “depois eu lido com essa tralha”

Em novembro do ano passado eu publiquei esse post sobre como removi a tralha que ficava em cima do meu guarda-roupa. Destaco essa passagem:

Já a caixa transparente eu estou usando como “caixa de saída” – coloquei dentro dela tudo o que pretendo doar ou vender até o fim do ano, mas como não tenho um espaço para ela, deixei na sala mesmo. Vai ser um incentivo para me livrar dessas coisas mais rápido .

Isso foi em novembro de 2015. Até semana passada essa caixa AINDA estava na minha sala. Como isso aconteceu?

Eu poderia escrever um texto gigante sobre como fui deixando esse problema para depois e me acostumando com ele, mas as principais razões para ter ficado 7 meses com uma caixa de “coisas para me desfazer eventualmente” na minha sala foram: preguiça e apego.

A preguiça me fez nunca achar tempo para levar a caixa no bazar ou na ONG que recebe doações e até repassar uma parte desse problema para o meu namorado – pedi para ele levar algumas roupas num bazar perto da casa dele, o que obviamente não foi feito porque ele é 1000 vezes mais enrolado que eu. Ainda assim, reconheço que a culpa é minha; já devia ter aprendido com a Marie Kondo que não se deve levar suas tralhas para a casa dos outros.

O apego não era exatamente aos objetos que estava guardando, mas à possibilidade de vendê-los e ganhar uma graninha a mais. Deixei roupas, acessórios e afins por meses na minha loja do Enjoei, e até vendi algumas coisas, mas a maioria ficou. O tempo passava e eu continuava pensando “mas por quê eu vou doar essa roupa, está novinha, deve valer algum dinheiro” , e a caixa continuava na minha sala.

No início desse mês finalmente percebi que aquelas tralhas estavam quase fazendo aniversário no meu apartamento e resolvi dar um fim em tudo o mais rápido possível. Meus livros foram para o sebo, as roupas para um bazar e os utensílios domésticos foram doados para uma ONG. A caixa foi junto. Finalmente.

Anúncios

6 comentários sobre “Caí na armadilha do “depois eu lido com essa tralha”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s