Finanças: balanço de 2016 e objetivos para 2017

No quesito finanças, 2016 foi um ano relativamente tranquilo para mim. Apesar dos aumentos de preços, consegui economizar para emergências e para gastos genéricos, sem me sacrificar.

Pontos positivos:

  • Consegui poupar aproximadamente 40% do meu salário todo mês
  • Aprendi um pouco sobre finanças e investimentos e parei de usar a poupança como investimento principal
  • Completei minha reserva para emergências, não com três meses de salário como era meu objetivo inicial, mas com seis.
  • Gastei muito menos com roupas, coisas para a casa e outros supérfluos

Pontos negativos:

  • Apesar de definir melhor os valores para o meu orçamento mensal, não segui tudo à risca
  • Gastei demais com comida, principalmente em restaurantes e deliverys

Este ano, pretendo continuar pelo mesmo caminho, reduzindo mais gastos e poupando mais para o futuro.  Meus objetivos para 2017 são:

  • Guardar dinheiro para a aposentadoria: já era complicado depender apenas do INSS antes, mas agora, com a reforma da Previdência, isso vai ser praticamente impossível. Agora que minha reserva para emergências já está “pronta”, quero começar a guardar dinheiro para a velhice, e preciso fazer isso o quanto antes.
  • Aprender mais sobre finanças e investimentos:  mesmo tendo aprendido bastante no ano que passou, ainda sou muito leiga no assunto. E já que preciso me preparar para o futuro (como disse no tópico anterior), preciso estudar mais sobre isso.
  • Reduzir despesas, até mesmo as essenciais (se possível):  já não gasto tanto com supérfluos quanto antes, e acredito que agora seja possível reduzir as despesas essenciais, como compras no supermercado e conta de luz, por exemplo.

Defini menos metas que no ano passado, justamente porque elas não são tão fáceis de atingir, e precisam de dedicação. Ainda assim, espero ter sucesso!

Anúncios

20 comentários sobre “Finanças: balanço de 2016 e objetivos para 2017

  1. Oi Bárbara! Que legal que você também está indo para o rumo das finanças. Acho super importante estudar investimentos. Eu tenho estudado bastante e é isso que me deixa com a sensação de liberdade. De saber que em breve, irei me aposentar, não pelo INSS, mas por conta própria. E a minha intenção de aposentar cedo, não é para ficar sem fazer nada, mas para fazer coisas que acredito. Você vai ter sucesso sim, conseguir poupar 40% do salário não é para qualquer um. É preciso ter muita dedicação e perseverança. Um beijo.

    • Oi Yuka! Quanto mais leio sobre finanças e sobre a situação do país, mais acredito que é importante economizar, investir e fazer seu “pé de meia”. Fico feliz por você, também gostaria de me aposentar cedo, mas estou planejando ter algumas despesas com educação (pós-graduação e quitação do FIES) que vão me impedir de poupar tanto quanto hoje… Talvez mais para a frente! Abraços.

  2. Boa noite! a pesar de ter vivido bastantes anos, aprendo muito com todos os jovens minimalistas…eu chegarei lá porque ler a Bárbara me deixa muito inspirada; ela é um exemplo para mim pelas suas decisões e projeções que faz para a sua vida…Parabéns!!!

  3. oi barbara…que bom que conseguiu completar a reserva de emergencia vou te indicar 3 blogs de financas bem legais que descobri recente sao de garotas inspiradoras como voce – 1 eu sou ryca – 2 a gainha investidora – 3 maria bufunfa….espero que goste
    abracos
    helen

  4. oi Bárbara, que interessante. A gente começa a organizar e simplificar as coisas e de repente economizar passa a fazer parte do pacote não é? Eu nunca fui de fazer dívidas, mas também não economizava nada. À medida que fui vivendo de forma mais intencional, parou de fazer sentido gastar compulsivamente. Hoje em dia também leio e estudo bastante sobre finanças e tento economizar no que é possível.
    Parabéns pela economia de 40% do seu salário, realmente não é qualquer um que consegue. Abraço,

    • Oi Bruna! Realmente, acho que uma coisa puxa a outra. Minha ideia inicial ao adotar o minimalismo era gastar menos, mas nunca pensei que ia economizar tanto ou até mesmo investir dinheiro! Abraços.

  5. Esse lance de redução é até legal, sei que tem a questão do objetivo maior, mas na boa tem horas que dá vontade de jogar tudo para cima e comprar algo kkk, ainda mais quando os investimentos não renderam algo de encher os olhos.
    Bárbara quando iniciar esse tópico dos investimentos compartilha com a gente, menina to aqui com o rabo entre as pernas, fico pensando no tesouro direto, porém dá um medo na hora de escolher a corretora que trava tudo, não fiz nada até agora.
    Sem contar as viagens, tenho uma regra comigo, nos anos pares viajo (1 x no ano) para mais longe nos ímpares para mais perto, mais ai com essa intenção de fazer o pé de meia fico pensando se não deveria cortar as viagens também, tipo como saber até quando cortar para atingir o objetivo maior?

    • Oi Ane! Nossa, eu adorei sua ideia de alternar as viagens em anos pares e ímpares, vou adotar! Olha, no meu texto eu falei que guardo entre 30 e 40% do meu salário, mas não invisto isso tudo. Uma parte menor eu sempre separo para outros gastos, como academia, meu curso de francês e viagens. Não são gastos essenciais, mas são coisas que eu acredito que deixam a minha vida melhor, e não pretendo abrir mão se não for absolutamente necessário. Para mim não adianta nada juntar todo o dinheiro possível para o futuro e não viver agora, passar todo o tempo em casa e no trabalho! Não digo que não é necessário guardar para o futuro, mas é importante se agradar um pouco, sem fazer dívidas, claro.

      Você pode fazer como eu: definir um valor a poupar por mês. Desse valor, separar uma porcentagem maior para o seu pé-de-meia (você calcula quanto acha necessário) e o resto pode ir para suas viagens ou outras coisas sem problemas!

      Quanto às corretoras, eu escolhi a Easynvest porque ela não cobra taxa para investimentos no TD. Na época ela era a única que não cobrava, não sei como está a situação hoje. Você tem que olhar também se a corretora pede um investimento inicial mínimo, vi uma que pedia 10 mil, o que eu não tinha na época. Recomendo que você pesquise bastante e avalie as vantagens e desvantagens de cada corretora antes de escolher. Por fim, eu também tinha medo de investir com corretora (a gente é tão acostumado com banco, né?) mas até hoje não tive nenhum problema, já acostumei e acho tudo bem fácil. 😀

      Abraços!

  6. Olá Bárbara, tudo certo?
    Está sendo um experiência incrível acompanhar as nuances de suas mudanças, assim como você, também criei um blog para tratar como um diário mas não tão diário assim. hehe
    Parabéns pelo blog e continue inspirando muita gente assim como você me inspirou.
    Obrigado! 😀

    • Oi pereiragsilva, muito obrigada pelo comentário! Fico feliz quando os leitores comentam que meu blog os inspirou, nunca imaginei que seria assim. Posta o link para o seu blog, depois! Abraços

  7. Bárbara você faz algum orçamento/planeamento para as despesas mensais? Exemplo: estipula algum valor máximo para poder gastar durante o mês em alimentação?
    Obrigada 🙂
    Adoro o seu blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s