Reorganizando a minha cozinha (Parte II)

Como prometido no post de segunda-feira, aqui estão os resultados da reorganização da minha (mini) cozinha:

20170826_104820

Prateleiras organizadinhas

Na prateleira mais baixa eu coloquei os itens que uso quase diariamente: latas de café e açúcar, caixa de chás, cafeteira e temperos. Usei um organizador de prateleira para dispor os potes de temperos em duas camadas e facilitar a visualização (aproveitei que estive em São Paulo no início do mês e comprei esse na Daiso, baratíssimo). Na prateleira mais alta eu coloquei os itens que uso menos, como a garrafa térmica, cestos organizadores e potes de vidro.

O armário agora está bem mais organizado:

20170826_121320

Na prateleira de cima ficam as vasilhas de plástico, na de baixo ficam os mantimentos.

20170826_121343

No espaço sem prateleira: mais mantimentos e outras utilidades de cozinha

Fiz uma caixa especial para armazenar os rolos de papel-alumínio, papel-manteiga e papel-filme, além das caixas de saco ziplock. A única coisa me incomodando é o rolo de papel-toalha, quero arranjar um lugar melhor para colocá-lo.

Nos nichos laterais do armário ficaram um pote com saquinhos de aveia e castanhas, e outros temperos mais “feios” que eu não quis colocar na prateleira: shoyo, molho de pimenta e vinagre.

20170828_222129

Nada de rolos de papel alumínio escapando dos nichos

Estou finalmente livre da bagunça na cozinha! Anda sofro com uma séria falta de espaço, mas pelo menos tenho um acesso mais fácil aos alimentos e aos utensílios quando quero cozinhar. Ainda sonho com uma cozinha onde também caibam a minha geladeira e minhas panelas, mas essa nova organização já foi um progresso ! 😀

Anúncios

Reorganizando a minha cozinha (Parte I)

Como vocês já sabem, moro num apartamento bem pequeno, e a minha cozinha é uma das menores que já vi.  Essas fotos mostram bem a gravidade da situação:

Com tão pouco espaço disponível,  armazenar mantimentos e utensílios de culinária apenas na cozinha é impossível, por isso eu fiz a seguinte divisão: panelas e eletrodomésticos ficam no paneleiro, na sala, comidas e vasilhas de plástico ficam no armário da cozinha. Não sei se mencionei antes, mas a geladeira também fica na sala. 😀

Tudo estava indo mais ou menos bem até eu precisar trocar o armário da cozinha – acabei comprando um ligeiramente menor, e então todo o esquema de organização que eu mostrei no link anterior foi por água abaixo. Meu armário novo estava super bagunçado e muita coisa não cabia:

Depois de quebrar a cabeça tentando achar a melhor solução, resolvi optar pelo mais óbvio e instalar duas prateleiras na parede oposta ao armário. Não gosto muito de prateleiras porque meu apartamento acumula muita poeira, mas eu não tinha outra opção.

Instaladas as prateleiras, o passo seguinte foi definir o que eu colocaria nelas: queria deixar apenas os itens “menos feios” expostos. Isso levou a uma terceira reorganização dos meus temperos (já fiz assim e assim). Como passei a comprar a granel, eles não cabiam mais nos potinhos onde eu costumava guardá-los, então resolvi colocá-los em potes de vidro reaproveitados de geleias, molhos e afins.

20170715_154844

Escrevi o nome de cada tempero em seu respectivo pote, com caneta marcadora (a mesma que eu usei para decorar a parede do quarto!)

Também comprei duas caixas organizadoras empilháveis para guardar os temperos que sobraram:

No próximo post eu mostro como a cozinha ficou!

DIY: Projetinhos fáceis com washi tape

Eu adoro washi tapes e uso bastante na decoração da minha casa, como já mostrei nesse post,  e nesse. Hoje vou mostrar mais alguns projetinhos que fiz usando minhas amadas fitas adesivas coloridas.

Organizadores de cabos:

Esses organizadores foram ridiculamente simples de fazer – peguei o rolo de papelão do papel higiênico que acabou, cortei ao meio, cobri cada metade com uma washi tape diferente e pronto. Nada de cabos soltos por aí.

20170530_200758-1

Cabos organizadinhos num minuto!

 

Capinha para celular:

A capinha antiga do meu celular estragou e eu comprei uma nova, transparente. Para customizar, cortei um papel do tamanho do telefone, cobri com washi tape e depois recortei as aberturas da caixa de som, câmera e flash. Por fim, só encaixei o papel dentro da capinha e coloquei no celular. Se eu cansar dessa, posso fazer outra com uma fita diferente. 😀

IMG-20170806-WA0002

Suculentas ❤

 

Ímãs coloridos:

Outro dia eu ganhei de brinde no cinema um porta-retrato feito de ímã, para colocar na geladeira. O negócio era horroroso, mas ao invés de jogar fora, cortei em pedaços de vários tamanhos (era um ímã flexível), arranquei a cobertura plástica e colei washi tapes sobre o papel que ficou. Não coloco ímãs na geladeira porque acho que fica poluído, mas uso a parte interna das portas do meu armário da cozinha como um “porta-recados”, e lá estão os ímãs que fiz.

 

 

DIY – Instalando uma cortina para pia

Uma das desvantagens de morar de aluguel é não poder fazer certas mudanças na casa – por falta de permissão, de dinheiro ou de ambos – então precisamos dar um jeito com o que temos em mãos. Às vezes, isso significa adotar tendências que odiamos: no meu caso, a famosa cortina de pia.

20170421_200030

Como era a pia antes

Na minha cozinha não tem armários sob a pia, e ultimamente eu estava ficando cada vez mais incomodada com a feiura das coisas embaixo dela (botijão, lixeira e sacolas de lixo reciclável), mas não conseguia pensar num jeito de escondê-las. Como mandar fazer um armário é inviável, a única alternativa foi instalar uma cortina.

Os materiais que usei foram:

  • Varão extensível
  • Suportes para varão
  • Argolas com clipe “jacaré”
  • Um pedaço de algodão cru

Para instalar o varão, colei os suportes na parte de baixo da pia com cola quente, já que não tinha jeito de furar. Minha mãe cortou e costurou o pano da cortina, e eu tingi. Pendurei a cortina com as argolas e pronto.

  Desculpem a louça suja na foto

Não vou dizer que está bonito, mas ficou o melhor possível dentro das circunstâncias. Pelo menos não tem mais lixo exposto na cozinha! Só espero que meu próximo apartamento tenha armários.  😀

DIY: Prateleira de corda

Resolvi aproveitar dois parafusos fixados na parede do meu banheiro para pendurar uma prateleirazinha de corda e melhorar um pouco a decoração/organização do ambiente. Essa prateleira foi um dos projetos mais rápidos e fáceis que já fiz, precisei apenas de:

  • 1 pedaço de madeira
  • Verniz
  • Cordão-de-São-Francisco
  • Furadeira

 

20161106_125527

Tábua preparada

A tábua sobrou de uma reforma na casa da minha mãe, a furadeira e o verniz eram dela, então meu único gasto foi com o cordão: 5 reais.

Tudo o que eu fiz foi medir o espaço entre os parafusos, furar a madeira de acordo (depois de envernizar), cortar pedaços do cordão, amarrar e pendurar. Para ficar mais bonitinho, usei uns nós náuticos fáceis para prender o cordão. E foi isso!

20161223_213654

Prateleira pendurada no banheiro

20170108_202334

Prateleirinha sendo usada ❤

Só peço desculpas pelas fotos ruins, a iluminação do meu banheiro é horrível.

DIY: Almofada degradê

Essa semana pude riscar mais um item da minha lista de desejos para o ano: consegui as duas almofadas grandes para colocar na minha cama. Minha ideia inicial era comprar, mas não achei nenhuma que me agradasse e tivesse um bom preço, então acabei pedindo para a minha mãe fazer para mim as almofadas em algodão cru, e decidi decorá-las eu mesma. Procurei no Pinterest algumas ideias de como pintar almofadas e gostei desse estilo degradê (ou dip-dyed, em inglês) da foto abaixo:

pixlr_20161108100443313

Inspirações que achei Pinterest

Pedi que a minha mãe fizesse as capas removíveis para poder pintar e lavar facilmente. Para decorar as almofadas eu usei um vidrinho de corante Guarany, e para conseguir o efeito degradê eu segui as instruções deste tutorial. No post a autora ensina a tingir uma blusa, mas o processo é o mesmo para qualquer produto têxtil (vi tutoriais para cortinas, meias, almofadas, camisetas…).

20161105_200608

Gambiarra no fogão para fazer o tingimento

Depois de tingir ambas as almofadas, deixei secando de um dia para o outro e pronto. O resultado vocês podem ver nas fotos a seguir. O desenho não ficou perfeito nem igual nas duas, mas como foi a primeira vez que me aventurei com tingimento de tecido, acho que ficou satisfatório! O custo total de material (algodão cru para as capas, tecido do forro, espuma e floco para o enchimento, corante) foi de 52 reais. Considerando que já vi por aí almofadas custando R$ 180 (a unidade!!!), ficou uma pechincha.

 

DIY – “Upgrade” na moldura do espelho

Quando comprei o espelho para o meu quarto, escolhi um modelo super barato e num tamanho adequado, mas não gostei de nenhuma das molduras disponíveis e acabei levando a “menos feia”. Não me preocupei muito com isso porque já sabia que poderia customizar a moldura, e foi o que fiz essa semana.

20161015_144102

Espelho antes da pintura

Usei tinta spray na moldura, era o jeito mais fácil e rápido de pintar. Escolhi dourado para combinar com a parede. Cobri a parte do espelho com jornal e fita crepe, e com duas demãos de tinta já estava tudo do jeito que eu queria. Esperei secar de um dia para o outro e pronto.

20161018_204043

Processo de pintura, super fácil

Tanto a foto do “antes” quanto a do “depois” não ficaram muito boas porque tirei quando o quarto estava com pouca luz, mas gostei do resultado. O espelho agora combina mais com a decoração do quarto e com o meu gosto. Ficou assim:

20161023_150435

Espelho com a “nova” moldura

Nada como uma lata de tinta spray para resolver as coisas, não é verdade?  😀

 

DIY: Parede decorada com marcador permanente

Ano passado decorei uma das paredes da minha sala com estêncil, como mostrei aqui no blog. No meu quarto também tinha uma parede vazia que estava me incomodando há tempos, mas eu não queria fazer estêncil de novo e não sabia como decorá-la. Colocar papel de parede estava fora de cogitação por ser muito caro, pintar também não era viável pelo preço e pela bagunça que faria… Passei meses e meses procurando inspiração no Pinterest, até que achei um tutorial bem interessante de decoração de parede com as famosas Sharpies (canetas permanentes).

20160907_104758

Como a parede era

Tudo o que eu precisava era: marcadores permanentes, régua e nível. Fiz as compras, enrolei um pouquinho e comecei o projeto no fim de semana do dia 10/09.

Tudo estava indo bem, já tinha pintado metade da parede quando a tinta das duas canetas que tinha comprado acabou. Aí começou o sufoco: rodei BH inteira e não achei mais desses marcadores de jeito nenhum! Só achava um kit que vendia 1 caneta dourada + 1 caneta prateada, mas não queria comprar e ficar com as canetas prata inúteis em casa. Comprei um marcador de outra marca que na loja parecia da mesma cor, mas quando cheguei em casa e risquei a parede, era completamente discrepante. Minha única alternativa foi comprar pela internet, e na loja online mais barata o frete custava o mesmo que três canetas. Como não poderia deixar o serviço pela metade, comprei.

O custo final foi de aproximadamente R$ 80,00 (6 marcadores, frete das compras online e 1 nível). Não ficou tão barato quanto eu gostaria mas ainda é infinitamente mais barato que papel de parede ou pintura. Se eu tivesse planejado melhor e comprado mais canetas na primeira vez, acho que o preço cairia pela metade… Fica o aprendizado.

Por fim, estou muito feliz com a decoração da minha parede! O resultado final é esse:

Este slideshow necessita de JavaScript.

DIY – Decorando uma parede com estêncil

Na sala/copa do meu apartamento tinha uma parede vazia, e eu fiquei um bom tempo encucada sobre como poderia decorá-la. Minha ideia inicial era colocar um papel de parede bem lindo e colorido, mas ficaria caro demais, então desisti. Depois de muita pesquisa e de ter mil ideias e desistir delas logo depois, resolvi usar a técnica do estêncil.

Me baseei neste tutorial para fazer tudo. Só não quis fazer meu próprio molde, pois não tenho nenhuma habilidade para recortar! Comprei um molde próprio para estêncil em uma loja de artesanato.

Sem mais delongas, as fotos do processo:

Antes: a parede vazia, com o molde do estêncil

Antes: a parede vazia, com o molde do estêncil

 

Depois:  a parede lindamente decorada! :)

Depois: a parede lindamente decorada! 🙂

Detalhe do desenho

Detalhe do desenho

Eu amei o resultado, apesar de não ter ficado perfeito. A linha do alto ficou um pouquinho torta, e sobrou bastante espaço na parte de baixo. Mesmo assim, acho que foi um trabalho muito bom para uma principiante!

Além de tudo, essa decoração foi extremamente barata. O molde custou R$ 4,00 e a tinta spray, R$ 18,00! Se fosse aplicar papel de parede, não sairia por menos de duzentos reais. Estou muito satisfeita!

DIY – Terrário

Ultimamente eu vinha sentindo um pouco de falta de “verde” no meu apartamento – fui criada em uma casa com quintal (“terreiro”, aqui em MG), com pés de frutas e ervas de chá e terra e etc, mas desde quando vim para BH não tive mais nem um vasinho em casa, principalmente por falta de tempo e de jeito para cuidar de plantas.

Minha ideia era ter pelo menos um vaso de flores na sala, mas flores são complicadas porque exigem cuidados específicos e luz direta, coisa que não tem no meu apartamento (ele é bem iluminado durante o dia, mas só com luz indireta). Um dia, enquanto olhava alguns painéis no Pinterest, vi um post sobre terrários, adorei a ideia e decidi que faria um.

Existem vários tutoriais e dicas na internet, eu me baseei neste do blog Encantada Home & Decor. Escolhi fazer meu terrário com cactos e suculentas, justamente porque esses tipos de planta exigem poucos cuidados e não precisam tomar muito sol – são praticamente à prova de gente como eu, que não sabe cuidar de plantas! 😀 E além disso, eu sempre achei suculentas e cactos lindos.

Os materiais são bem fáceis de achar e baratos, com exceção das mudas. Eu comprei 5 (2 cactos, 3 suculentas), que me custaram aproximadamente R$ 35 no total. Quem já tem plantas em casa e for usá-las para fazer um terrário vai economizar bastante nessa parte.

Depois de passar um pequeno sufoco para colocar as plantinhas no lugar (eu realmente não sei plantar, gente, que vergonha), o resultado foi esse:

collage

Meu terrário ❤

Estou satisfeita, acho que meu terrário ficou bem lindo. Li na internet que terrários duram de 2 a 3 anos, espero que consiga cuidar direitinho do meu e que ele viva bastante!