5 habilidades que ajudam a economizar dinheiro (e tempo)

A princípio, o título desse post seria “5 habilidades essenciais para quem mora sozinho”, mas eu percebi que tudo na lista é importante para qualquer pessoa que precise “se virar” algum dia na vida, morando sozinha ou não! Vamos a elas:

Cozinhar: essa é primordial. Não precisa ser um chef, mas é importante saber o básico: um arroz, um macarrão, uma carne… Cozinhar em casa quase sempre é mais barato que comer fora, e costuma ser mais saudável também, já que a maioria dos deliverys é de fast-food. Sem contar que, ao saber cozinhar, você fica menos dependente de outras pessoas – não foram poucos os casos que ouvi de homens que ficam com fome em casa esperando a esposa chegar pra fazer a comida! Por favor, né?  😀

Fazer serviços domésticos básicos: varrer e passar pano no chão, lavar a louça, lavar roupa e etc até hoje são serviços bem simples que mantém uma casa limpa. Infelizmente, assim como cozinhar, esse trabalho é visto como obrigação feminina, mas como já disse nesse post, todos que compartilham uma casa devem se responsabilizar igualmente pelas tarefas. E quando a pessoa mora sozinha, é bom que ela saiba fazer o básico, assim não precisa gastar com faxineira. E mesmo que você contrate uma diarista de vez em quando, que coisa feia deixar a casa imunda só porque alguém vai limpar depois, não?

Fazer pequenos reparos em casa: trocar lâmpada e resistência de chuveiro, consertar torneira pingando, furar parede… Esses serviços são considerados masculinos, mas podem (e devem) ser feitos por qualquer pessoa. Desde cedo, na minha casa não tinha nenhum homem para fazer essas tarefas (meu pai morreu quando eu era bem nova), minha mãe fazia quase tudo e eu aprendi com ela. Morando sozinha, vi que chamar um profissional para fazer reparos sai caro, então eu faço tudo o que consigo. Tem muitos tutoriais na internet, a maioria das coisas não é tão difícil quanto parece.

Costurar: remendar buracos e pregar botões são o básico do básico (e são tudo o que eu sei!). Outra atividade considerada feminina, mas que deveria ser ensinada a todos. Afinal, se um botão cai da sua camisa, o que você, homem que mora sozinho, vai fazer? Levar na costureira? Pedir para a sua mãe colocar de volta? Jogar a camisa fora? Economize tempo e dinheiro (e a paciência da sua mãe) e pregue seus próprios botões!  😀

Fazer orçamento: o primeiro passo para controlar as finanças é fazer um orçamento. Para quem mora sozinho ou quer morar em breve, ter uma noção dos gastos é muito importante, pois manter uma casa é um gasto e tanto. Quem não tem experiência pode começar apenas anotando os gastos diários em um caderno, só para ter uma ideia de onde seu dinheiro está indo. Depois, pode passar tudo para uma planilha do Excel ou usar um desses inúmeros aplicativos de controle de finanças.

Vocês leitores acrescentariam alguma coisa à lista? Me contem nos comentários.

Anúncios

Faxina e destralhe na cozinha

Como não tinha planos de viajar, aproveitei o feriadão de Páscoa para dar uma geral na minha cozinha. Tirei tudo do armário para limpá-lo, esfreguei as paredes de cima a baixo para tirar a gordura dos azulejos, limpei o fogão, a pia, o escorredor de pratos… Depois de 4 horas de faxina, resolvi organizar o meu paneleiro (apesar de ele não ficar na cozinha) e retirar algumas coisas que não uso.

Não foi um destralhe grande, até porque não tenho muito espaço disponível, então tento manter apenas objetos necessários em casa, mas quando fiz as compras para o apartamento acabei adquirindo coisas que achei que usaria, mas não foi o caso. Por isso, dei adeus para:

  • 1 escorredor de arroz
  • 2 potes de vidro
  • 3 facas
  • 1 tesoura para cortar carne
  • 1 marmita térmica + talheres

Com exceção dos potes de vidro, todos os itens estão em ótimas condições e serão doados.

É engraçado os sentimentos conflitantes que me vêm quando faço esses destralhes ultimamente: fico desapontada por retirar tão poucas coisas, mas no fim percebo que é porque não tenho muita tralha acumulada em casa. O minimalismo funciona, afinal! 😀

20160325_155829-1

Bye-bye tralhas da cozinha!

Mês do Mínimo – Semana 5

Esta é a última semana do desafio Mês do Mínimo.

26/10 – Caixa de jóias

Fiz um destralhe recentemente na minha caixa de bijuterias, falei sobre isso nesse post. Mas como comprei um colar novo, me desfiz de um antigo para aproveitar a tarefa do dia.

collage

Esquerda: colar novo. Direita: colar antigo

27/10 – Limpe seu armário

No meio do ano, fiz a costumeira limpeza semestral no meu guarda-roupa, e também um inventário de todos os itens. Para completar a tarefa do dia eu achei melhor não fazer uma limpeza completa, mas uma reorganização de algumas peças.

Para começar, eu tinha alguns cabides sobrando, então eu resolvi pendurar meus vestidos longos em cabides individuais (antes eu pendurava em cabides triplos).  Também tirei os cachecóis e luvas da prateleira mais baixa e coloquei as roupas de academia e do Krav-Maga, que estavam ocupando muito espaço junto das calças e shorts. Os cachecóis agora ficam pendurados em um cabide, perto dos casacos pesados.  A imagem abaixo mostra como ficou:

20151027_185109

28/10 – Diminua o número de móveis

Ok, para quem tem uma casa grande e dezenas de móveis, essa tarefa até faz sentido. Mas eu moro num apartamento minúsculo que cabem pouquíssimos móveis, então só tenho o necessário. Se eu me desfizer de algum, vai fazer bastante falta!

29/10 – Roupas de cama e banho

Já falei aqui sobre a minha roupa de cama/mesa banho: tenho 4 conjuntos de roupas de cama e 4 de toalhas de banho e rosto, todos comprados recentemente. Para mim é a quantidade ideal, não preciso de mais nem de menos.

30/10 – Porão/sótão/garagem

Não tenho nenhum desses cômodos no meu micro-apê, então não realizei essa tarefa.

Conclusão:

Comecei bastante animada com o desafio, mas fiquei um pouco decepcionada porque não precisei realizar uma grande parte das tarefas. Olhando pelo lado positivo: todas as tarefas que não realizei foi porque não precisava, nem tinha o que destralhar! Devo ser muito mais minimalista que eu pensava 😀 . Esse desafio é mais adequado para quem tem casa grande e família, e muitas coisas para organizar. De qualquer forma, foi interessante realizá-lo.

Mês do Mínimo – Semana 4

Chegamos à penúltima semana do desafio:

19/10 – Lavanderia

Não tenho uma lavanderia, nem uma área de serviço 😦 , então o que fiz foi organizar o armário do banheiro onde guardo meus produtos de limpeza. Não tinha nada fora de validade, nem produtos sobrando. Como tenho pouquíssimo espaço, tenho apenas 1 produto de cada tipo para usar no dia-a-dia, e quando algo está perto de acabar eu compro mais um. Estou com um probleminha para guardar reservas de itens como esponjas e panos de limpeza, eles estão meio “jogados”, então arrumei da melhor forma que pude, mas pretendo resolver isso logo.

20/10 – Materiais de artesanato

Não tenho muitos materiais de artesanato – algumas washi tapes, alguns papéis, contact e pronto. As fitas adesivas ficam numa gaveta da escrivaninha, os papéis estão em cima do guarda-roupa. Não estou satisfeita com essa “organização”, preciso arrumar um jeito melhor, mas ainda não sei como.

21/10 – Limpe seu carro

Nem tenho carro! Mais uma tarefa “pulada”.

22/10 – Organize suas receitas

Eu guardo todas as minhas receitas no Evernote, assim não acumulo papéis e posso cozinhar usando o celular/computador para olhar a receita que preciso. Costumo procurar receitas em sites/blogs, favorito no navegador e depois transfiro para o Evernote, só que nos últimos meses acumulei dezenas de páginas favoritadas, minha pasta de “Receitas” estava lotada e nada de eu organizar. Aproveitei esse dia para transferir tudo para o Evernote e organizar por tags, etc. Só deixei no navegador algumas receitas em inglês que preciso traduzir.

23/10 – Vasilhas de plástico

Não tenho muitas dessas vasilhas porque meu espaço é limitado. Felizmente, nenhum dos meus potes de plástico está quebrado/sem tampa, então não precisei jogar nada fora.

24/10 – Limpeza familiar

Uma das vantagens de morar sozinha é não ter que se preocupar com a tralha alheia. Não foi necessário fazer a tarefa de hoje.

25/10 – Temperos

Já mostrei a minha nova organização de temperos aqui no blog. Verifiquei meus temperos e todos estão dentro do prazo de validade. Não tinha nada para jogar fora!

Mês do Mínimo – Semana 3

Vamos à 3ª semana do desafio:

12/10 – Armário do banheiro

No armarinho do meu banheiro não precisei mexer em nada: não tinha nenhum produto sobrando/fora de validade, e tudo estava bem organizado. Também dei uma olhada na minha caixinha de remédios, verifiquei a validade de um por um e achei dois vencidos. Esses foram para o lixo.

13/10 – Despensa

Não tenho uma despensa, eu guardo os alimentos que não vão para a geladeira no armário da cozinha mesmo, que é bem pequeno. Gostaria de organizá-lo melhor, como vejo algumas despensas maravilhosamente organizadas no Pinterest, mas ainda não posso. Ele não é bagunçado, no entanto. O que fiz foi verificar se tinha algum alimento fora de validade, achei uma caixinha de caldo de carne vencida e joguei fora.

14/10 – Limpe sua geladeira

Confesso que não limpei a geladeira (estava cansada e com preguiça 😛 ), só dei uma olhada para ver se havia algo fora de validade. Como eu moro sozinha, evito comprar muitos alimentos para não perdê-los, então a minha geladeira quase nunca fica cheia. De qualquer forma, eu quase não esqueço as comidas dentro dela.

15/10 – Brinquedos

Não tenho filhos, portanto não tenho brinquedos em casa, então não realizei a tarefa do dia.

16/10 – Organize sua correspondência

Posso dizer com orgulho que a minha correspondência já é bastante organizada! Eu costumo receber apenas contas, e as deixo na caixinha de correspondências sobre a minha escrivaninha até a data do pagamento. Depois que pago as contas, guardo-as na pasta de contas pagas, agrupadas por tipo (condomínio/aluguel/energia elétrica/etc).

17/10 – Desconecte-se do virtual

Ok, falhei na tarefa! Só na metade do dia, depois de já ter mexido nas redes sociais, no smartphone e no computador, é que eu lembrei que deveria ter passado o dia desconectada. Vocês sabem, o mundo virtual é minha fraqueza. 😦

18/10 – Bolsa

Eu ando de mochila 90% do tempo. Aqui está tudo o que carrego todos os dias dentro dela:

20151019_223904

Conteúdo da minha mochila

  • Sombrinha: gosto de deixá-la na mochila para não ser pega desprevenida pela chuva.
  • Carteirinha da academia, ficha de musculação e cadeado do armário: vou para a academia com a mesma mochila, então deixo as coisas mais leves dentro dela sempre.
  • Carteira
  • Carregador do celular: levo para recarregar a bateria do telefone no trabalho
  • Cartão do ônibus: deixo na mochila para usar quando preciso
  • Pen drives: desde a época de faculdade, sempre carreguei os dois na mochila. Hoje em dia quase não os uso, mas às vezes preciso pegar arquivos, então vou manter o de 2 Gb na mochila e guardar o de 8 Gb em casa.
  • Escova de dentes e creme dental
  • Espelho
  • Lixa de unha
  • Remédio para enxaqueca: levo para o caso de ter alguma crise quando estou fora de casa, sem o remédio eu passo por maus bocados
  • Lenços removedores de esmalte: ok, desnecessário. Eu deixava na mochila para o caso de querer limpar meu esmalte se eu estragá-lo muito (eu roo as unhas e às vezes descasco todo o esmalte), mas isso aconteceu no máximo três vezes, vou deixar o potinho em casa agora.
  • Protetor labial: gosto de usar e deixo na mochila porque estou sempre precisando.

Retirei dois itens que considero desnecessários, não foi uma grande limpeza mas eu não quero deixar de carregar mais nada por enquanto. Isso me lembra que fiz um post sobre o que carregava na mochila na época de faculdade, está aqui o link!

Mês do Mínimo – Semana 2

Essa foi a segunda semana do desafio Mês do Mínimo!

05/10 – Coleção de maquiagens

O post original dizia para avaliar todos os produtos de beleza e se livrar do que não fosse necessário. Eu já tenho poucos produtos desse tipo, e desde que fiz esse desafio no início do ano não mudou muito. O sabonete e a loção tonificante para o rosto acabaram e eu não comprei outros. E ganhei um creme hidratante de aniversário, não costumo comprar esse tipo de coisa, mas como foi presente (e eu gostei) estou usando, mas beeeem de vez em quando.

Resolvi focar essa tarefa na caixa de esmaltes. Separei para jogar fora os que eu não gostava mais e estavam na metade/quase acabando (3 vidros), além de um potinho com aquelas bolinhas para fazer “unha caviar”, que nunca usei, e uma caixa com unhas postiças.

Essa história das unhas postiças é meio doida. Eu não uso essas coisas, mas comprei porque uma vez tive uma infecção num dedo e a unha caiu. Para não ficar sem passar esmalte em um dedo só, comprei a caixinha de unhas e só usava em um dedo! 😀 Dois meses depois a minha unha cresceu, e a caixa ficou lá, inútil. Hoje ela foi para o lixo.

Também decidi que, a partir de agora, terei apenas 5 esmaltes + 1 base para usar. E só vou comprar mais quando um ou mais vidros acabarem.

collage

Esmaltes que vou manter X coisas que joguei fora

06/10 – “Unfollow” e “unfriend”

Fiz isso há pouco tempo, falei sobre unfollow/unfriend nas redes socias aqui.

07/10 – Limpe sua cômoda/seu criado-mudo

Nem precisei realizar essa tarefa! Meu criado-mudo é bem organizado, tento mantê-lo o mais minimalista possível. A única coisa que fiz foi jogar fora a caixa do relógio que mantenho sobre o criado-mudo. A caixa do relógio estava dentro dessa caixa estampada, que é onde eu guardo cabos e outros acessórios dos meus eletrônicos, além das caixas originais.

08/10 – Sob a pia

A tarefa era fazer uma limpeza nos armários que ficam sob as pias da cozinha e do banheiro. O problema é que: não tenho armários em nenhum desses lugares. A vantagem é que facilita a limpeza e organização. A desvantagem para mim é somente na cozinha, porque falta espaço para guardar minhas coisas, um armário sob a pia ajudaria bastante.

09/10 – Enfeites de Natal

Outra tarefa que não realizei, porque não tenho nenhum enfeite de Natal em casa.

10/10 – Limpe as bancadas

De acordo com o post original do desafio, eu deveria retirar coisas desnecessárias da bancada da cozinha para criar espaço. Entretanto, minha cozinha é minúscula, e eu só mantenho coisas absolutamente necessárias sobre a bancada da pia, que são um pano de pia e um porta detergente/esponjas.

11/10 – Livros

No momento, eu tenho um total de zero livros em casa (na verdade, tenho um livro: o que uso no curso de Francês), então não precisei realizar essa tarefa também! Só tenho livros virtuais que leio no Kindle, e tento manter nele apenas os que vou ler/estou lendo. Os que eu já li, apago do dispositivo, mas deixo no computador. Quero adotar um método melhor de organização para o Kindle, mas isso vai ficar para o futuro.

Parece até que eu não fiz nada nessa segunda semana, mas eu realmente não precisei cumprir a maioria das tarefas! Acho que isso é bom, no fim das contas, mostra que eu sou mais organizada/minimalista que eu esperava. 🙂

Mês do Mínimo – Semana 1

Os primeiros dias do desafio Mês do Mínimo foram assim:

01/10 – Limpe sua caixa de entrada de emails

Essa tarefa foi bem fácil. Minha caixa de entrada costuma ser bem limpa, mas ela não estava vazia: tinha dois emails de lojas com códigos de desconto, que eu excluí, e um email com links e arquivos de uma palestra, que eu guardei no Evernote.

02/10 – 5 itens

Essa tarefa pedia para escolher 5 itens para serem descartados. Numa passada rápida pela casa, peguei uns pedaços de corda/barbante/fios que estavam na minha caixa de costura, 4 bottons velhos, uma tampa sem vasilha, uma miçanga de um brinco que já joguei fora e uns pedaços de papelão que guardei para fazer caixas, mas não ia usar mais.

DSC_0117

Os cinco itens descartados

03/10 – Limpe a gaveta da bagunça

Minha “gaveta da bagunça” é a primeira gaveta da minha escrivaninha. Nela eu costumo guardar o bloco de notas de serviço que preciso fazer, uma bolsinha com moedas extras e os folhetos de delivery de comida. Ultimamente eu vinha acumulando os comprovantes de envio das coisas que vendo no Enjoei, então ela foi virando essa zona que vocês vão ver na foto abaixo. No fim das contas, o que eu fiz foi jogar os comprovantes fora e juntar os folhetos de delivery com um clipe.

Gaveta da bagunça: antes e depois

Gaveta da bagunça: antes e depois

04/10 – Destralhe sua mente

Eu deveria ter tirado um tempo para ficar sozinha e organizar meus pensamentos, mas era domingo e meu namorado passou o dia lá em casa, então não realizei a tarefa. Não acho que foi um problema, no entanto, pois foi um dia ótimo e tranquilo, sem preocupações.

Desafio: Mês do Mínimo

Vocês já sabem que sou fã de desafios, então nem deve ser surpreendente ler que estou me preparando para realizar mais um agora em Outubro! Achei o desafio Month of the Minimal no blog The Merry Thought.

Esse desafio é relativamente parecido com outro que fiz em fevereiro, o 30 Dias de Minimalismo – também tem tarefas diárias que devem ser executadas ao longo do mês, mas este é mais voltado para o destralhe da casa, enquanto o outro tinha tarefas relacionadas ao bem-estar pessoal também.

Deixo aqui a imagem da lista de tarefas e a tradução. No post original, tem uma explicação mais detalhada de cada tarefa. Eu já imprimi a lista e colei no meu quadro de avisos, para não esquecer de nada!

Mês do Mínimo (tradução):

  1. Limpe sua caixa de entrada de emails
  2. 5 itens
  3. Limpe a gaveta da bagunça
  4. Destralhe sua mente
  5. Coleção de maquiagens
  6. “Unfollow” e “unfriend”
  7. Limpe sua cômoda/seu criado-mudo
  8. Sob a pia
  9. Enfeites de Natal
  10. Limpe as bancadas
  11. Livros
  12. Armário do banheiro
  13. Despensa
  14. Limpe sua geladeira
  15. Brinquedos
  16. Organize sua correspondência
  17. Desconecte-se do virtual
  18. Bolsa
  19. Lavanderia
  20. Materiais de artesanato
  21. Limpe seu carro
  22. Organize suas receitas
  23. Vasilhas de plástico
  24. Limpeza familiar
  25. Temperos
  26. Caixa de jóias
  27. Limpe seu armário
  28. Diminua o número de móveis
  29. Roupas de cama e banho
  30. Porão/sótão/garagem

Assim como fiz com o desafio no primeiro semestre, vou fazer posts semanais contando como as tarefas foram realizadas. O cronograma de postagens ficou assim:

  • 05/10 – Tarefas dos dias 1 a 4
  • 12/10 – Tarefas dos dias 5 a 11
  • 19/10 – Tarefas dos dias 12 a 18
  • 26/10 – Tarefas dos dias 19 a 25
  • 31/10 – Tarefas dos dias 26 a 30 e conclusões

É isso, vamos ver como me saio! Se alguém mais quiser realizar o desafio também, comenta nesse post ou nos próximos, vou adorar saber o que estão fazendo. 🙂

 

7 dias de detox do smartphone

Achei um desafio bem legal no Popsugar: Master a Digital Detox With This Easy Plan. Resolvi realizar esse “detox” na primeira semana de Setembro – segue a lista das tarefas do desafio e como eu realizei cada uma delas:

Segunda-feira: Pare de seguir pessoas que não são suas amigas, se descadastre de listas de e-mail indesejadas e delete os aplicativos que você não usa.

31/08/15 – Apesar desse desafio ser focado no uso do smartphone, eu executei apenas uma ação nele, que foi desinstalar aplicativos que eu não usava (deletei 5, no total). O resto das tarefas eu fiz no computador, porque é mais fácil. Eu me descadastrei de duas listas de email de lojas online, parei de seguir duas pessoas no Twitter e excluí  4 pessoas do Facebook.

Terça-feira: Desabilite as notificações.

01/09/15 – Eu desativei as notificações de todos os aplicativos de redes sociais. Do Whatsapp só não desativei a luz de notificação. No fim das contas, essas notificações nem me fizeram falta! Vou deixá-las desativadas de agora em diante (com exceção do Whatsapp, eu prefiro que o celular vibre quando recebo mensagem).

Quarta-feira: Resista ao impulso de olhar seu telefone assim que acordar.

02/09/15 – Tarefa cumprida com sucesso. Meu celular é meu relógio/despertador, e quando eu acordei só olhei as horas, nem cheguei a desbloquear a tela.

Quinta-feira: Coloque o telefone para recarregar fora do seu quarto, e pare de mexer nele uma hora antes de ir dormir.

03/09/15 – Eu costumo recarregar o celular no trabalho, então à noite ele tem bateria. Como pedia a tarefa, desliguei a wi-fi do celular 1 hora antes de ir para a cama, e não mexi nele nem uma vez. Mas só não fez diferença porque estava com o computador ligado, e só desliguei meia hora antes de dormir.

Sexta-feira: Saia para jantar e deixe o telefone em casa.

04/09/15 – Nesse dia fui para a casa do meu namorado, então achei melhor levar o celular, mas deixei ele guardado na maior parte do tempo (inclusive enquanto estávamos jantando).

Sábado: Passe o dia sem olhar ou postar em redes sociais.

05/09/15 – Eu esqueci do desafio e acabei olhando Facebook e Twitter um pouco pela manhã, mas depois lembrei e não mexi mais em redes sociais pelo resto do dia. Foi a tarefa mais difícil, porque eu costumo abrir os apps de redes sociais sempre que estou entediada/sem nada para fazer, e como não podia fazer isso, sofri um pouquinho. 😀

Domingo: Deixe o seu telefone desligado o dia inteiro.

06/09/15 – Esse dia eu não cumpri a tarefa. Precisei deixar o celular ligado porque combinei de encontrar com uma amiga para sairmos, e  usei o telefone para falar com ela. Já que deixei o celular ligado na maior parte do dia, nem me preocupei em não mexer nele.

Conclusão: não acho que sou tão dependente do smartphone assim, meu ponto fraco são as redes sociais. Preciso arranjar outras coisas para fazer quando bater aquele tédio!

Organizando meus estudos

Uma leitora do blog, a Nanda, fez o seguinte comentário há uns dias:

Oi Bárbara!
Tudo bem??
Adoro seu blog e duas dicas… gostaria mto que vc desse dicas sobre organização dos estudos, como vc fazia na época da faculdade… curso eng tbm! 🙂
Beijos!!

Já começo avisando que não vou dar dicas de métodos de estudo por motivos de: sempre fui a estudante mais preguiçosa do mundo. Nunca tive o hábito de pegar a matéria para estudar X horas por dia, nem na faculdade. Eu apenas fazia os exercícios e trabalhos que os professores passavam. Sim, eu sei que não sou exemplo para ninguém! Mas um dos meus grandes defeitos é ser uma exímia procrastinadora, e eu não consegui fugir disso ainda.

O post de hoje então é sobre organização dos materiais de estudo e das tarefas de escola/faculdade. Isso sim, eu sempre fiz bem! 😀

  • Anotações das matérias: no início da faculdade, eu tinha um caderno de 10 matérias que utilizava para anotações. Minhas amigas usavam fichários, mas para não deixar a mochila pesada demais, elas geralmente levavam apenas as folhas das matérias que teríamos no dia, e outras em branco para anotar. Com o passar do tempo, mais e mais professores passavam apenas slides, então eu comecei a usar cadernos menores, só fazia algumas anotações quando necessário, alguns exercícios, e guardava os arquivos digitais das matérias.
  • Arquivos digitais: eu utilizava um pendrive para guardar todos os arquivos digitais. Nesse pendrive, eu criava uma pasta por matéria, e dentro de cada pasta eu criava outras como “Trabalhos”, “Exercícios”, “Slides”, para organizar melhor. Eu só mantinha a pasta do período no pendrive. No fim do semestre, eu compactava a pasta e copiava na minha pasta “Engenharia” do Dropbox. Tenho os arquivos de todos os períodos até hoje!
  • Exercícios e trabalhos: o melhor jeito é utilizar uma pasta plástica com divisórias, cada uma delas referente a uma matéria. Guardando os papéis das matérias na divisão correspondente, é fácil saber onde estão.
  • Datas de provas, trabalhos e outras tarefas: agendas de papel não funcionam bem para mim, então eu anotava todas as datas no calendário do celular e definia lembretes e alarmes para ser avisada das tarefas próximas. Eu também anotava no caderno todas as datas de atividades das matérias (os professores costumavam passar o cronograma no primeiro dia de aula) e consultava quando era necessário.

Como não gosto muito de acumular papéis, no fim de cada semestre eu sempre jogava fora as provas e trabalhos corrigidos. Os cadernos eu guardava, para o caso de precisar consultar algo ou emprestar para alguém. Ainda os tenho, acho que vou me desfazer deles em breve também.

Hoje, no curso de Francês, continuo não parando para “estudar” propriamente. Como na faculdade, eu tenho um caderno para anotações. É um caderno comum, de 96 folhas, mas como não temos uma matéria muito extensa, consegui usá-lo no Básico I, no II e acho que posso mantê-lo até o III. Eu faço uma página de divisória, e pronto.

Toda semana, os professores enviam exercícios por e-mail. Eu guardo uma cópia de todo o conteúdo enviado em uma pasta que fiz para o curso no Dropbox, também. Essa pasta é dividida por semestre, e dentro de cada pasta tenho outras como “Exercícios e Vocabulários”, etc. Também imprimo os exercícios para fazer e levar na aula do sábado. Depois, guardo esses papéis (e outros que os professores entregam em sala) em uma pasta, essa sem divisórias. Ainda não sei como vou organizar os papéis dos semestres concluídos, preciso pensar nisso.

Basicamente, é dessa maneira que organizo meus estudos, desde a faculdade, até hoje. Espero que tenha ajudado, e que tenha dado boas dicas!